Como comprar apartamento na planta: passo a passo

12 Março 2022 | Atualizado em 18 Abril 2022
Por Bárbara Schroeder

Comprar apartamento na planta

Adquirir a casa própria é sinônimo de sucesso financeiro para muita gente. Para outros, a matemática perfeita para multiplicar seu patrimônio. Independentemente do objetivo, comprar um apartamento na planta pode ser uma das chaves para alcançá-lo.

Afinal de contas, quando feito da maneira adequada, adquirir um apartamento em construção pode ser a forma mais acessível e inteligente de conquistar o seu primeiro imóvel ou investimento imobiliário.

Pensando nisso, aqui você acessa tudo o que precisa saber antes de comprar um apartamento na planta, assim como um passo a passo de como investir no segmento de forma segura e proveitosa.

Vale a pena comprar apartamento na planta?

Se você acabou de fazer um raio x da sua vida financeira e felizmente concluiu que esse é o melhor momento para começar a investir em imóveis, quer seja porque chegou a hora de sair do aluguel ou garantir uma renda passiva no futuro, comprar um apartamento na planta pode valer a pena.

Especialmente quando comparamos a compra de um apartamento na planta com a aquisição de um imóvel novo, no qual será necessário desembolsar o valor inteiro ou conseguir um financiamento imobiliário desde o princípio.

Coisa que não acontece com o investimento em imóveis na planta, onde parte do imóvel é negociado diretamente com a construtora e a outra com o banco, sem que seja necessário financiar o apartamento desde o momento inicial de compra.

Como comprar um apartamento na planta

Confira o passo a passoa para não errar na hora de comprar um apartamento na planta.

1 - Decida a localização do imóvel

O primeiro passo para comprar o seu apartamento é decidir em que lugar você deseja residir ou fazer o seu investimento: perto do seu trabalho ou da escola de seus filhos, em um bairro seguro ou que possua potencial de crescimento, por exemplo.

A localização do seu imóvel deve estar alinhada aos seus objetivos pessoais, profissionais e, principalmente, financeiros. Afinal, será necessário colocar na ponta do lápis o quanto você está disposto a pagar para ter a casa dos seus sonhos.

O ideal é analisar todas as questões mais individuais antes mesmo de escolher a localização do seu apartamento, assim, você pode procurar imóveis na planta diretamente na região selecionada, sem sair dessa fase decepcionado, entende?

2 - Escolha o seu apartamento na planta

Depois de decidir onde seu imóvel estará localizado, é hora de escolher, dentre as opções ofertadas na região selecionada, o seu apartamento na planta.

Nesse momento, será preciso colocar a mão na massa e procurar por oportunidades interessantes, que estejam de acordo com o seu objetivo e que também caiba no seu bolso.

Busque conversar com profissionais da área e utilizar sites de busca que têm como objetivo priorizar quem está comprando um imóvel e não quem está vendendo.

Além disso, ao ter as opções de planta em mãos, analise-as com cuidado, levando em consideração suas preferências e necessidades. Afinal de contas, estamos falando do apartamento, prédio e vizinhança que será seu lar por muitos anos e, quem sabe, a vida inteira.

3 - Visite uma réplica do apartamento selecionado

De modo geral, durante a fase de lançamento das obras, a construtora proporciona uma visita ao apartamento decorado.

Ou seja, uma simulação do apartamento pronto e mobiliado onde o potencial comprador pode conferir todo o projeto arquitetônico e examinar se a unidade corresponde às expectativas.

Nessa etapa, você pode chamar um consultor de compras para auxiliar sua análise, além de estudar todo o material envolvendo o projeto.

Repete comigo: apenas fecharei o negócio depois de conhecer todo o projeto e suas variantes pertinentes.

4 - Analise o histórico da construtora responsável pela obra

Agora que você escolheu sua planta, chegou o momento de avaliar o histórico da construtora responsável por construí-la. Essa é uma medida preventiva para evitar atrasos e, em um cenário extremo, uma possível perda de capital em casos de falência empresarial.

Em vista disso, pesquise sobre a experiência do consumidor no "Reclame Aqui" e busque reclamações no Procon através do site da Secretaria Nacional do Consumidor.

Além disso, certifique-se que a construtora está cadastrada no Cartório de Registro de Imóveis e confira se a planta do empreendimento foi aprovada pela prefeitura do município.

5 - Compre o apartamento no período de lançamento

Se o seu objetivo for realmente comprar um apartamento em construção, aproveite o período de pré-lançamento e lançamento de vendas das unidades para adquirir o seu.

De todo o período de construção, comprar o apartamento durante a dinâmica de lançamento imobiliário é o mais vantajoso, uma vez que os preços iniciais de cada unidade são mais baixos e as opções de escolhas maiores.

Precisamos falar sobre isso, pois caso haja unidades restantes, também será possível comprar um apartamento depois do imóvel pronto.

Quem indica, amigo é:

Se você quiser se aprofundar no tema e entender a fundo o que é um lançamento imobiliário, dá uma olhadinha no conteúdo em que mergulhamos de cabeça nesse assunto!

Quais as vantagens de comprar um apartamento na planta?

Comprar uma residência em construção é mais barato do que adquirir um imóvel pronto, visto que boa parte da compra é feita diretamente com a empresa responsável pela construção, afinal, também apresenta mais riscos.

Ter a opção de negociar parte do valor com a construtora, sem intermédio de uma instituição bancária de início, também oferece seus benefícios, uma vez que reduz a incidência de juros provenientes do financiamento imobiliário e, assim, o valor total de compra do imóvel.

O apartamento na planta, da mesma forma, proporciona ao comprador uma propriedade totalmente nova e potencial de personalização maior. Sem contar a infraestrutura moderna, mais tecnológica e sustentável que um projeto ainda em construção apresenta.

Outra vantagem pertinente é que você apenas passa a pagar o IPTU, Imposto Predial e Territorial Urbano, depois da entrega das chaves, podendo ocultar o valor referente ao tributo da lista de custos fixos até o momento da mudança.

Quais são os cuidados na compra de apartamento na planta?

Por outro lado, alguns cuidados devem ser tomados para que a compra seja frutífera e nada de ruim aconteça com o seu patrimônio.

O principal cuidado deve ser em relação à construtora responsável pela obra, afinal, se a empresa não for confiável e não possuir um histórico de entrega sério e transparente, você pode colocar o seu investimento em risco, receber seu empreendimento atrasado e, até mesmo, perdê-lo por completo.

Por isso, a importância de avaliar o histórico da empresa contratada, conversar com proprietários de prédios construídos pela construtora, conferir o memorial descritivo e o acabamento de cada obra.

Consigo financiar um apartamento na planta?

O apartamento na planta não pode ser financiado, mas sim parcelado durante o processo de construção da unidade. Agora, quando o apartamento fica pronto, o restante do saldo devedor pode sim ser financiado.

Por isso, antes de entrar em contato com uma construtora ou solicitar o recurso financeiro em um banco, é necessário entender como funciona o processo de parcelamento de um imóvel na planta e, logo, o financiamento da unidade pronta.

Pois bem, a compra de um apartamento na planta é feita em duas etapas: a primeira diz respeito ao período pré-chaves e a segunda corresponde ao período de pós-chaves.

A primeira etapa é feita diretamente com a construtora, sem a necessidade do empréstimo imobiliário, enquanto a segunda é financiada por um banco ou quitada pelo comprador ao término da construção.

Ou seja, no primeiro momento, esse parcelamento é feito diretamente com os responsáveis pela obra, o pagamento é constituído por uma entrada e parcelas, a fim de financiar a construção.

Nesta etapa, não há incidência de juros sobre o parcelamento, apenas correção das parcelas mensais pelo índice INCC (principal indicador de inflação da construção civil).

Depois disso, o comprador tem a opção de quitar o saldo devedor ou contratar um financiamento de um apartamento, reunindo capital para pagar pelo apartamento.

Nesse momento, será necessário escolher um banco, onde você passará por uma análise de crédito, tendo que comprovar renda mínima que indique que você pode arcar com os custos do financiamento.

Assim, se a instituição bancária entender que você tem condições de pagar as parcelas do financiamento e os juros aplicados, você consegue financiar o restante do apartamento comprado na planta.

Prontinho! Você acabou de conferir o passo a passo de como comprar um apartamento na planta, conheceu suas vantagens e desvantagens e ainda aprendeu como funciona o financiamento imobiliário de um imóvel em construção.

Deixe seu comentário ou dúvida

Artigos relacionados

Encontre o apartamento ideal hoje mesmo. Ajudamos você!

Chame um consultor agora ou agende uma ligação.