O que saber antes de comprar um apartamento na planta?

08 Abril 2022 | Atualizado em 26 Abril 2022
Por Redação imobles

Casal animado com a sua compra de um apartamento na planta

Antes de comprar um apartamento na planta, considere todos os fatores que podem influenciar na sua aquisição e, desse modo, afetar o potencial do seu negócio. Assim, se munir de informações pertinentes sobre o assunto é uma das formas mais seguras de garantir que seu investimento tenha sucesso.

Afinal, entender como funciona o processo de compra de um apartamento na planta é fundamental para potencializar seus benefícios e evitar os riscos próprios desse tipo de negociação.

Para preservar a qualidade do seu investimento, preparamos um artigo repleto de pontos importantes para você ponderar antes de comprar o seu tão sonhado imóvel.

O processo de negociação é diferente

Ao contrário da compra de um apartamento pronto, a negociação de um imóvel na planta é feita em duas etapas, a primeira diretamente com a construtora responsável pela obra e a segunda com a instituição financeira responsável por financiar o restante do valor da propriedade.

Ou seja, enquanto o imóvel está sendo construído, o pagamento é feito diretamente para a empresa encarregada pela obra, a fim de custear a construção da propriedade. Nessa fase, o comprador desembolsa, em média, 30% do valor do apartamento.

No período da entrega das chaves, caso o comprador não opte por quitar o imóvel de uma só vez, deverá solicitar um financiamento imobiliário e, se aprovado, pagar o restante do apartamento em parcelas acrescidas de juros acordados no momento da contratação do recurso financeiro.

Logo, o fluxo de pagamento do apartamento na planta é diferente da dinâmica de compra de um apartamento pronto, por exemplo.

O parcelamento feito durante a construção é reajustado pelo INCC

De modo geral, o comprador pode optar entre pagar o valor da construtora à vista ou parcelado durante a construção do imóvel.

Porém, caso você opte por pagar esses 30% do valor do imóvel parcelado, considere que os valores das parcelas serão reajustados pelo índice INCC durante o período de construção - o que geralmente leva 36 meses.

O Índice Nacional de Custo de Construção, o INCC, é o principal indicador de inflação da construção civil, servindo para proteger as empresas do ramo do aumento dos insumos utilizados nas construções.

No entanto, embora esse seja um fator de reflexão, lembre-se que esse processo de reajuste é um processo natural de qualquer economia, não acontecendo apenas na área da construção civil.

Afinal, nem mesmo o dispositivo que você está usando neste exato momento custa o mesmo valor de quando você o comprou, certo?

Conhecer a construtora é fundamental


Um dos principais cuidados na compra de um apartamento na planta é escolher uma construtora séria, confiável, que possui um histórico de entregas de qualidade e, principalmente, dentro do prazo estipulado no momento da compra.

Se você contrata a primeira construtora que aparece prometendo um negócio imperdível e esquece de pesquisar por referências da empresa responsável pela obra, todo o seu investimento pode correr riscos.

Por isso, nossa dica aqui é que você procure o nome da construtora no Reclame Aqui, busque queixas no site do Procon, converse com proprietários de apartamentos que foram entregues pela mesma empresa, confira se a construtora tem liberação na prefeitura e se está registrada adequadamente.

Além disso, pesquise se as construtoras listadas por você possuem um banco financiador, pois, nesse caso, as empresas não trabalham apenas com seus recursos, mas também com o auxílio de um financiamento, o que traz mais segurança para o seu negócio.

Em resumo: apenas invista seu suado dinheirinho em uma empresa com uma reputação impecável, combinado?

A localização do imóvel influencia diretamente na sua valorização


Se a ideia é comprar um apartamento em construção buscando sua valorização, a localidade desse imóvel será um fator decisivo para o sucesso do empreendimento.

Além disso, mesmo que não pense em vendê-lo ou alugá-lo em seguida, será reconfortante saber que seu patrimônio pessoal está aumentando de tamanho, certo?

Imóveis localizados em regiões mais seguras, no centro da cidade, perto de boas escolas, universidades, hospitais, shoppings e restaurantes costumam valorizar em menos tempo, com mais facilidade.

Embora outras regiões também possam surpreender pelo seu potencial e escalabilidade, conhecer as nuances mais particulares da sua cidade também irão ajudar na sua escolha, seja visando uma moradia mais tranquila ou um investimento mais certeiro.

Comprar durante o período de pré-lançamento e lançamento das vendas é mais barato

O período de lançamento imobiliário é o momento mais “em conta” para adquirir um apartamento na planta, pois nessa fase você tem acesso aos preços iniciais do apartamento.

Durante o período de pré-lançamento e lançamento das vendas as unidades são vendidas por preços mais acessíveis, uma vez que as mesmas valorizarão com o passar dos meses.

Além disso, esse período é ideal para escolher a unidade de sua preferência, já que depois dessa fase você terá que escolher entre as plantas que sobraram, entende?

Mas, atenção: esse é um período de bastante concorrência entre os compradores. Alguns empreendimentos, inclusive, trabalham com reservas de meses de antecedência e exigem até mesmo caução para oficializar a solicitação.

Quem indica, amigo é:

Se você quiser entender a fundo como funciona um lançamento imobiliário e aproveitar essa oportunidade para comprar seu próximo imóvel, não deixe de conferir nosso Guia sobre Lançamentos imobiliários!

Quando vale a pena comprar um imóvel na planta?


O momento certo de comprar um imóvel está totalmente relacionado com o seu momento de vida, assim como do modo que se encontra o mercado imobiliário atualmente e o momento econômico brasileiro.

Vale a pena comprar um imóvel na planta quando esse for o melhor investimento para a sua realidade financeira pessoal. Afinal, embora seja mais acessível comprar um apartamento em construção do que um imóvel pronto, você precisará esperar em média três anos para ocupar, de fato, a propriedade.

Desse modo, se você não tem tanta pressa assim para mudar para o apê novo, comprar na planta pode ser uma boa opção, principalmente se você não tem dinheiro guardado para dar o valor de entrada de um apartamento à vista e precisa fazer um parcelamento dessa quantia.

Quais as vantagens de comprar um apartamento na planta?


Por conta dos riscos implícitos na compra de um imóvel que ainda não foi construído e, da mesma forma, pelo tempo de espera do comprador para usufruir da propriedade, comprar um apartamento na planta pode ser mais barato, assim como mais flexível no quesito pagamento.

Outra vantagem de comprar uma unidade na planta é a possibilidade de personalização, ou seja, você tem a liberdade de escolher o projeto que mais combina com a sua personalidade e as necessidades da sua família e, ainda por cima, na localização desejada.

Além disso, durante o período de construção é possível preparar o seu financeiro para a próxima etapa, bem como organizar tudo o que for necessário para fazer um financiamento imobiliário, caso haja necessidade.

Quais os riscos de comprar um apartamento na planta?


Como dito anteriormente, você está investindo em um imóvel que não foi ou ainda está sendo construído, ou seja, você não usufrui desde o início do patrimônio pelo qual está pagando. Em função disso, essa modalidade de compra pode apresentar alguns riscos.

Os principais perigos são: o possível atraso na entrega da obra, a qualidade final do apartamento e, na pior das hipóteses, a falência da construtora responsável pela construção. De qualquer modo, qualquer um desses resultados podem atrapalhar o seu planejamento e complicar seu financeiro.

Qual é a média de valorização de um apartamento na planta?


Um apartamento na planta valoriza, em média, de 20% a 50% no decorrer dos anos. Porém, alguns especialistas financeiros alegam que esse aumento nada mais é do que uma projeção de mercado sobre a demanda em cima de determinado imóvel dentro de alguns anos.

O que para o comprador é indiferente, desde que a valorização do patrimônio realmente aconteça, não é mesmo?

Prontinho, agora que você conferiu todas as variantes de comprar um apartamento na planta, considerando suas vantagens e desvantagens, você pode decidir integralmente se esse é o melhor investimento para você.

Deixe seu comentário ou dúvida

Artigos relacionados

Encontre o apartamento ideal hoje mesmo. Ajudamos você!

Chame um consultor agora ou agende uma ligação.