CUB GO: valor do CUB de Goiás hoje e tabela 2022

16 Junho 2022 | Atualizado em 27 Junho 2022
Por Luciano Costa

assinatura de projeto de apartamento

Um dos indicadores do custo da construção civil é o Custo Unitário Básico (CUB/m²). Ele apresenta o valor gasto na construção de um metro quadrado de imóveis residenciais e comerciais em cada estado.

Em Goiás o CUB é calculado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil de Goiás (Sinduscon GO). O dado é divulgado todos os meses entre o 1º e o 8º dia do mês, uma vez que serve de base para correção dos contratos de compra de apartamentos na planta. O CUB também é usado nas previsões de custo de novos empreendimentos.

CUB de Goiás Hoje

Perfil do imóvel Valor CUB GO para Maio - R$/m² Variação Percentual
Residencial de alto padrão* 2.255,59 3,18%

*O Sinduscon de Goiás utiliza o valor do Residencial Alto Padrão Multifamiliar como valor médio do estado.

O CUB de Goiás para Junho de 2022 ainda não foi divulgado, então vamos analisar a última atualização, de Maio, que tem como base de cálculo o mês de Abril. Em comparação com o indicador de Abril de 2022, o valor do CUB de Goiás teve uma subida de 1,33%.

Quem indica, amigo é:

Embora o CUB seja calculado, o mercado imobiliário da região geralmente utiliza o INCC como indexador de reajuste dos contratos de compra.

Tabela CUB de Goiás 2022

Confira abaixo a tabela com os valores do CUB Residencial de alto padrão em Goiás em 2022.

Mês CUB (R$/m²) Mês (%) Ano (%) 12 meses (%)
Janeiro 2120,99 2,80% 2,80% 15,43%
Fevereiro 2127,34% 0,30% 3,11% 15,63%
Março 2146,09 0,88% 4,02% 15,55%
Abril 2185,91 1,86% 5,95% 13,75%
Maio 2255,59 3,19% 9,33% 14,12%

Seguindo as normas determinadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o CUB é calculado a partir do levantamento de custos de vinte e cinco materiais, duas categorias profissionais, um equipamento, além do custo administrativo.

É importante lembrar que o CUB é dividido entre Projetos-Padrão de construção, entre eles: Galpão Industrial, Residência Popular, Residencial e Comercial, sendo que essas duas últimas categorias ainda são divididas em baixo padrão, médio e alto padrão. Em Goiás, o CUB Residencial Alto Padrão Multifamiliar (R-16) é usado como CUB Médio estadual.

Cada Sinduscon é autorizado a escolher o CUB padrão representativo da sua região de acordo com a norma ABNT. Na prática, isso significa que cada estado pode eleger qual categoria melhor representa as suas construções civis

Para conferir o valor dos outros Projetos-Padrão de construção do CUB GO faça download do arquivo.

Apesar do valor médio indicado como padrão pelo Sinduscon Goiás, cada incorporadora pode estabelecer seu próprio indexador de reajuste de custos da construção. Ou seja, fica a cargo do comprador analisar o contrato de compra e venda para verificar qual indicador está discriminado.

Comparação CUB Brasil, INCC e CUB GO

Além do CUB estadual, há outros índices de custos de obra, entre eles o CUB Brasil e o INCC.

Apesar das diferenças de metodologia no cálculo desses indicadores, é possível enxergar que os três seguem a mesma tendência. Confira o gráfico comparando o INCC, o CUB BR e o CUB GO nos últimos três anos.Gráfico comparativo entre CUB GO, CUB BR e INCC

Mensalmente, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) soma os CUB’s de 21 estados e lança uma média desses valores, que é o CUB Brasil. Apesar desse índice não ser muito utilizado enquanto indexador de reajuste nos contratos de compra de imóveis na planta, como os CUB’s estaduais e o INCC, ele serve como comparativo para estes outros dois índices.

Uma vez que estes três indicadores estão próximos, pode-se aferir que ambos seguem a mesma tendência, ou seja, refletem a verdadeira oscilação de preços da construção, com pequenas diferenças geográficas de acordo com a base de dados utilizada.

Já o INCC é o índice de inflação oficial da construção civil no Brasil. Portanto, é amplamente utilizado como indexador de reajuste nos contratos de compra de compra e venda. INCC é o índice calculado pela FGV de uma maneira um pouco diferente, com base nos valores de equipamentos e materiais, serviços e mão de obra de sete capitais - São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Recife e Porto Alegre - e faz a medição do índice.

Confira os últimos lançamentos imobiliários

Deixe seu comentário ou dúvida

Artigos relacionados

Em qual bairro de Goiânia você quer morar?

Recomendações imobles

Encontre o apartamento ideal hoje mesmo. Ajudamos você!

Chame um consultor agora ou agende uma ligação.