Escute o conteúdo por áudio:

As startups imobiliárias são iniciativas pensadas para sanar dores dos seus clientes e facilitar a compra ou aluguel de imóveis.

Desde o aluguel de kitnets até a venda de mansões milionárias: as imobiliárias digitais vêm revolucionando o mercado imobiliário pelo Brasil afora.  Segundo a Terracotta Venture, empresa especializada em investimentos nas startups do setor imobiliário e da construção civil, o número de startups do tipo proptech cresceu em 235% nos últimos anos, segundo pesquisa de 2021. 

Mas você já conhece essa nova categoria de negócios para compra, venda e aluguel de imóveis, as startups imobiliárias?

Preparamos um conteúdo com os principais modelos de negócios que estão disponíveis atualmente no mercado com foco em compra e aluguel de imóveis. Confira!

Imobiliárias tradicionais

Além dos modelos mais modernos de transações imobiliárias que estão ligados ao digital, as tradicionais imobiliárias locais ainda estão com presença significativa no mercado. 

Esse modelo mais convencional de negociação pode agradar os clientes que possuem um perfil mais conservador na hora de transacionar imóveis. Isso porque a maior parte do processo é feito de forma presencial com um corretor, o que exige que o cliente dedique mais tempo durante todo o processo

Isso tudo acontece cara a cara com o corretor e a equipe responsável, o que pode trazer a sensação de confiabilidade.

Para aqueles que buscam um processo de compra mais ágil e querem mais possibilidades na hora de buscar e comprar imóveis, confira as outras opções disponíveis:

Imobiliária digital 

As imobiliárias digitais surgem para eliminar a necessidade de estar presencialmente no processo de compra e aluguel. Apesar desse modelo de negócio ser bastante similar ao de uma imobiliária tradicional, necessitando dos corretores de imóveis na maior parte do processo, e disponibilizando somente os imóveis que estão no catálogo próprio, as imobiliárias digitais tiram de cena a presença física durante a negociação, visita e fechamento de contrato.  

Imobiliária Digital em Goiânia
As imobiliárias digitais surgem para eliminar a necessidade de estar presencialmente no processo de compra e aluguel. 

Esse modelo mantém as principais características das imobiliárias tradicionais: todo o processo é feito por um corretor imobiliário e as opções de imóveis disponíveis correspondem ao catálogo da imobiliária, ou seja, a exclusividade com proprietários e construtoras faz com que a imobiliária só  possa vender uma opção limitada de imóveis. Apesar dessas semelhanças, as imobiliárias digitais tiram de cena a presença física durante a negociação, visita e fechamento de contrato.

Esse fator pode ser interessante para aqueles que ainda possuem receio  dos modelos mais modernos de negociação, como o proposto pelas startups, mas não possuem tempo disponível para despender no processo todo. 

Já para os que querem mais liberdade no processo de negociação, as imobiliárias digitais podem não ser a melhor opção, já que o agente imobiliário estará em contato direto com você disponibilizando somente os imóveis cadastrados na própria plataforma.

Marketplaces

Os portais de anúncios, ou marketplaces, são bastante conhecidos atualmente devido a sua relevância e facilidade de uso. Eles consistem em espaços virtuais de classificados, em maior parte especializados em imóveis, que conectam vendedores e clientes, tanto para venda quanto para aluguel. 

Apesar de ainda não inspirarem a confiança em alguns usuários por serem iniciativas relativamente novas, os marketplaces são utilizados por um grande número de pessoas principalmente durante a fase inicial da jornada de compra que envolve a pesquisa e estudo de possibilidades, já que nos portais é possível encontrar um número grande de anúncios variados. 

Muitos portais de anúncios também apresentam soluções facilitadas para o aluguel, como visitas virtuais e facilitação das burocracias como anular a necessidade de fiador, onde muitos clientes acabavam por desistir de alugar um imóvel. 

Um ponto de atenção para aqueles que querem utilizar da tecnologia e praticidade dos marketplaces: esses locais acumulam um número bastante grande de anúncios. Por esse motivo muitos deles possuem informações erradas, duplicadas ou desatualizadas. Por isso os marketplaces são indicados para aqueles compradores que possuem alguma experiência nesse tipo de busca e negociação, além de possuir tempo para realizar a busca diversas vezes.

Screenshot do Viva Real Goiânia
Screenshot do Viva Real Goiânia com mais de 20 mil anúncios cadastrados

Alguns exemplos de marketplaces são as plataformas Zap imóveis e Viva Real, do  Grupo Zap, gigante do mercado digital.

Proptechs

Entrando no mundo das startups, vamos conhecer agora o que são as famosas proptechs. Categorizadas pelo nicho de serviço, as proptechs são todas aquelas startups que trabalham com as propriedades imobiliárias, podendo lidar com construção, decoração, gestão ou venda e aluguel.  

Para a Terracotta Venture existem subdivisões dentro de Proptechs que envolvem construção, projeto e viabilidade, aquisição e propriedades em uso. Dentro dessas ainda existem outras categorias que se dividem de acordo com o tipo de serviço prestado pelas empresas, como gestão de pagamentos, plataforma de investimentos e captação de recursos, por exemplo.

Para conhecer o mapa completo de Construtechs e Proptechs da Terracota Ventura, acesse aqui.

Startup imobiliária

As startups imobiliárias são focadas no processo de compra, venda e aluguel de imóveis, categorizadas como intermediação e desintermediação. A desintermediação tenta conectar os donos de imóveis diretamente aos interessados, eliminando corretores e/ou consultores especializados. 

Por outro lado, a intermediação imobiliária une as partes de forma mais harmônica e agilizada, o que faz com que o processo seja mais dinâmico. 

Além delas, existem outras startups que buscam sanar dores que o cliente possa ter durante a jornada de compra/aluguel. Esse é o caso das plataformas que atuam como seguradoras para inquilinos, que não possuem fiadores com renda suficiente. Uma das maiores do mercado atualmente é a Credpago, que trabalha diretamente com as imobiliárias em benefício dos clientes.

Um novo jeito de comprar imóveis: por que você deve conhecer agora as imobiliárias digitais - 1
Site Credpago

Outra inovação que vem revolucionando o mercado são os aluguéis por assinatura. São espaços prontos para morar em localizações centrais pagas com cartão de crédito mês a mês, sem o compromisso de manutenção do espaço ou contratos burocráticos e longos. Um destaque desse ramo é a startup Housi, que começou na cidade de São Paulo – SP e hoje está espalhada por todo país.

Onde se encaixa a imobles?

imobles é uma startup imobiliária que nasceu em 2020 com o objetivo de acabar com o conflito de interesse do mercado imobiliário tradicional: enquanto outras imobiliárias e corretores trabalham tanto para quem quer vender um imóvel, quanto para quem comprar um imóvel, a imobles trabalha exclusivamente para o comprador, garantindo assim uma melhor experiência de compra.

Screnshot portal imobles
Página inicial site da imobles

Somos a primeira startup voltada à consultoria de compra, com todos os imóveis no mercado e foco especial na necessidade do cliente. Na prática, atuamos com um time de especialistas de mercado, amparados por plataformas tecnológicas e uma grande base de dados, tudo direcionado para auxiliar você a fazer o melhor negócio.

Por aqui, acompanhamos os compradores durante toda a jornada de compra, desde a pesquisa inicial, com orientações básicas sobre como ocorre a aquisição, passando pelo planejamento da compra, estudo de opções disponíveis, até a decisão e fechamento do negócio. 

Caso você ainda não esteja pronto para embarcar na jornada de compra de um imóvel mas quer saber tudo que envolve a compra de imóvel, como o financiamento imobiliário, a localização do imóvel ou a documentação necessária, acesse nosso Portal de Conteúdos: