Escute o conteúdo por áudio:

Relatório ainda destaca a solidez do investimento em imóveis diante da instabilidade econômica, além dos primeiros indícios da estabilização do INCC

De acordo com o relatório de Setembro do Índice imobles© os apartamentos novos tiveram um aumento de 1,5% no valor de mercado. A elevação segue uma tendência de valorização dos empreendimentos diante da alta procura, e da escassez de algumas tipologias na cidade, como os Studios.

Fonte: imobles.com | Pesquisa “Preços dos Apartamentos em Goiânia”


Segundo nossos especialistas, esse aumento ainda deve permanecer por alguns meses, visto que o percentual de valorização dos apartamentos novos acumulado em 12 meses, 19,7%, ainda está muito próximo do valor acumulado dos custos da construção civil no mesmo período, 16,4%, o que representa uma margem pouco significativa da valorização por oferta e demanda.

Nesse sentido, os próximos meses ainda devem ser de elevações no preço dos apartamentos a fim de equilibrar a balança da construção civil: custos de construção X oferta e demanda de produtos no mercado.

Além disso, o que mais você vai ver no relatório completo do Índice imobles© de Setembro:

Solidez do investimento em imóveis prova mais uma vez seu valor diante da instabilidade econômica

Não é de hoje que o investimento em imóveis é visto como um “porto seguro” entre os brasileiros. Afinal, uma das características principais desse tipo de investimento é a estabilidade: entra crise, sai crise, os empreendimentos dificilmente perdem seu valor por conta das movimentações econômicas. E dessas movimentações, Setembro foi cheio!

Além do Bueno e Marista: Parque Amazônia tem maior valorização de Goiânia nos últimos 12 meses

Destaque em desenvolvimento, o Parque Amazônia vem atraindo a atenção de investidores e futuros moradores, por unir tranquilidade e boas oportunidades de investimento em um só lugar. Segundo o relatório de Setembro do Índice imobles©, o setor foi o que mais se valorizou entre os queridinhos de Goiânia, acumulando um percentual de alta de 24,8% nos últimos 12 meses.

Inflação da construção demonstra primeiros sinais de retorno a patamares pré-pandemia

Depois de um boom entre 2020 e 2021, o INCC, Índice Nacional de Custo de Construção, finalmente inicia seu ciclo de estabilização. Em Setembro, o índice fechou com uma variação de 0,56%, o segundo mês consecutivo em patamares pré-pandemia.

Para conferir todos esses destaques acesse a página do Índice Imobles©, ou, se preferir, baixe diretamente o relatório completo Índice Imobles© de Setembro!